Materias

Casa em Intermares / Manoel Farias Arquitetura


Casa em Intermares / Manoel Farias Arquitetura

Esta casa foi projetada para um casal de jovens empresários com dois filhos, cuja intenção era construir uma casa de pequenas dimensões, prática e acolhedora.  Os clientes desejavam uma casa fluida, que favorecesse a interação da família: o casal recebe com frequência seus familiares nos fins de semana. Em sua fala, eles exprimiram o desejo de ter "uma casa que transmitisse a ideia de abrigo, conforto, aconchego...”.

O terreno de pequenas dimensões e a sua orientação solar induziram a implantação: o lote tem sua frente orientada para o poente, assim sendo a casa se volta para os fundos, para captar a ventilação predominante e garantir a privacidade dos espaços, em relação a rua. O lazer também foi locado nos fundos do lote, explorando a ideia de privacidade. Os espaços sociais e íntimos foram distribuídos em um volume paralelo a rua, em dois pavimentos, que se abre generosamente para os fundos do lote, buscando a captação da ventilação dominante e a relação visual com os espaços de lazer. O programa de serviços foi locado em dois volumes perpendiculares ao primeiro, em pavimento único, cuja configuração gera o espaço da garagem, disposta ao centro do lote e coberta com pérgulas de madeira e cobertura translúcida, solta do volume principal, buscando imprimir uma sensação de fluidez e leveza, e ampliando visualmente as áreas abertas da casa, para evitar a sensação de excessiva ocupação da construção, já que o lote é pequeno. Assim sendo a casa, mesmo predominantemente fechada para a rua, em função da insolação, propõe uma continuidade espacial entre os espaços públicos e privados, cuja conexão é fluida, estabelecida a partir de uma passarela que é a extensão do passeio público. 

A identidade visual da casa é marcada pelo uso de materiais como a madeira, que reveste o pavimento térreo do volume principal, associada aos elementos vazados que protegem a circulação de acesso aos quartos, no pavimento superior e somados a um painel de azulejos que veda o banheiro do casal em um gesto que busca uma síntese entre regionalismo e contemporaneidade.

Créditos: www.archdaily.com.br

Clique nas imagens para ampliá-las.